Bolachas de Tomate, Orégãos e Paprika

 

Até hoje temos-te adoçado o palato com brownie de chocolate, coquinhos, areias de cascais ou bolos de cerveja preta. Mas nem só de doces se faz uma cozinha ou um cozinheiro. E, porque nós queremos que sejas polivalente – e te esmeres a preparar receitas diferentes para a tua cara-metade -, a receita de hoje é virada para os aperitivos e os amantes de especiarias. Além de simples é do mais barato possível já que, garantidamente, todos os ingredientes usados na receita de hoje existem em tua casa.
Ainda que tenhamos alterado a quantidade de alguns dos ingredientes, esta é uma receita retirada da Minha Marmita, um site cheio de receitas deliciosas e saudáveis que valem a pena a espreitadela.

Para fazeres as tuas Bolachas de Tomate, Orégãos e Paprika precisas de:
150 g de farinha (usamos Nacional)
50 g de margarina fria (usamos Planta)
2 colheres de sopa de concentrado de tomate (nós usamos o líquido que vem nas latas de tomate pelado)
2 colheres de sopa de água fria
2 colheres de chá orégãos (usamos Margão)
2 colheres de chá mal cheias de Pimenta Caiena (usamos Margão)
1 colher de café de sal fino
Sal grosso qb para polvilhar

Numa taça, juntar a farinha, o sal fino, os orégãos e a paprika. Misturar com as mãos. De seguida, juntar a margarina aos poucos até obter uma massa areada.
Adicionar o concentrado de tomate e a água fria. Voltar a unir tudo com as mãos até teres uma massa mais homogénea. Forma uma bola e deixa no frigorífico de 30 a 40 minutos.
Numa base lisa e limpa, estender a massa com um rolo até a mesma estar bastante fina. Este é um processo que, ao contrário do normal, não precisa de farinha pois a massa não pega. Aconselhamos é que a estendas de forma a ficar extremamente fina ou as bolachinhas não ficam crocantes.
Cortar com um cortador de uma forma à tua escolha e picar as bolachinhas, ainda cruas, com um garfo para que as mesmas não inchem.
Dispõe-nas num tabuleiro forrado com papel vegetal e, se quiseres, coloca umas pedras de sal grosso por cima de cada bolachinha.
Cozem cerca de 10 minutos no forno a 180º. Mas, como sempre, aconselhamos a que estejas de olho já que os fornos são diferentes.

Esta é, parece-nos, uma receita muito versátil (e gira, já que as bolachas ficam com uma cor vermelha alaranjada). Experimentámos esta mistura e uma outra de alecrim e queijo parmesão mas queremos fazer outras misturas: alecrim e queijo da ilha ralado muito fininho; ervas da provença e tomate; alecrim e alho em pó… Enfim, as possibilidades são infinitas. Se te aventurares por outros ingredientes, que tal deixares-nos ao corrente? Adorávamos saber como ficaram.

Score_BolachasTomate

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s